terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Enquete - Quem serão os Presidentes da CBA e da FAUESC?

Os mais atentos perceberam que desde ontem a noite há 2 novas enquetes aqui na lateral direita, e ambas são relativas a política no automobilismo, pois tratam das próximas eleições na CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo) e na FAUESC (Federação de Automobilismo do Estado de Santa Catarina).
A data marcada para o pleito na CBA é o próximo dia 20 de janeiro, e os candidatos são - em ordem alfabética - o paranaense Milton Sperafico (
atual Vice Presidente e oposição da gestão de Cleyton Pinteiro) e o pernambucano Waldner "Dadai" Bernardo de Oliveira (apoiado pela atual administração de Cleyton Pinteiro).
Já na FAUESC ainda não foi definida a data do escrutínio, mas os candidatos são - também em ordem alfabética - João Alfredo de Novaes (atual Vice Presidente, mas que se tornou oposição da gestão de Almir Petris) e Marco Aurélio "Lelo" Perdigão de Carvalho (que tem o apoio de Almir Petris).

Na CBA o "colégio eleitoral" é composto por 18 federações, além da ABPA (Associação Brasileira de Pilotos de Automobilismo), enquanto na FAUESC o número de Clubes com direito a voto não foi informado pela entidade, apesar de a solicitação referente a esta informação ter sido feita no último dia 19 de setembro, porém deve ficar entre 12 e 18 Clubes com direito a voto (depende de algumas questões previstas no arcaico Estatuto da FAUESC, que deveria ser público, mas é "secreto").
Se você, piloto, preparador ou amante do automobilismo, pudesse votar, quem você colocaria no comando destas entidades pelos próximos 4 anos?
Vote aqui ao lado e deixe sua opinião nos comentários. Antecipadamente agradeço por sua participação!

4 comentários:

Anônimo disse...

essas sao as opcoes? ki deus nos ajude
abs
claudino

Deivicris de Cristo disse...

Apesar de não ter a obrigação de conhecer todo mundo, peço desculpa pela ignorância, mas nunca se quer ouvi o nome dos candidatos da FAUESC. Pra mim, se fossem realmente nomes importantes, se fariam conhecidos como muitos outros que poderiam (ou deveriam) ser nomeados para este cargo. A questão maior que fica é: será que eles realmente pisam frequentemente e conhecem os solos que irão pisar? Não estou subestimando a capacidade de nenhum deles, de maneira nenhuma. Estou apenas preocupado se eles são profundos conhecedores das causas que os pilotos, equipes, clubes e público reivindicam de fato.
Quanto a CBA, conheço pouco, mas sempre ouvi falar muito bem do Milton Sperafico, que aliás, tem uma família tradicionalíssima neste esporte. Não que isso garanta uma boa gestão, mas facilita muito pelo conhecimento quem tem, inclusive como piloto.
Em relação ao Dadai, não tenho nenhuma opinião sobre ele por não conhecê-lo, mas o fato de ser apoiado pela atual gestão não me cativa ser favorável á ele. Penso que precisamos mudar, e pra isso se faz necessário a oposição ter a nova gestão.
Enfim, espero que estejamos em boas mãos, e quem quer que sejam as novas autoridades máximas, que sejam humildes para ouvir e serem solícitos com as necessidades de todos, e principalmente amem este esporte, pois faz tempo que não vejo isso á frente deste esporte.
Como o Claudino comentou, Deus nos ajude!

Marcelo Cancian disse...

Faço as palavras do Deivicris,as minhas...

Anônimo disse...

o fato dos candidatos ser desconhecido eh o de menos talves issp ate seja bom; vai do ponto de visto de cada um
o que preocupa eh a regeiçaum que eles tem; quase ninguem sabe o que eles fizeram dentro do automobilismo catarinense
queria ver vc como candidato francis
ass
jean carlos