quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Imagem do Dia

Autódromo "Moacir Piovesan", São José dos Pinhais, 1988.
Edison Graczyck (Passat 43) e Osmar Gonçalves (Chevette 14).

Foto: Acervo Alex "Xerife" Fernandes

6 comentários:

Deivicris de Cristo disse...

E a torre de cronometragem? kkkkkkkkkk... época maravilhosa. E o Seu Alex, com suas genialidades de marketing, com certeza venderia esta foto para a equipe Atlantic com o seu carro na frente dos concorrentes.
Este é o primeiro circuito de corrida que eu me lembro de estar quando eu tinha dois anos. Como eu disse, que eu tenho lembranças, porque vou desde antes de antes de nascer.
Abraços, Poeiras!!!

Adolf Schartner disse...

Deivicris, aquela torre fui eu que fiz, na minha então serralheria. Nós fazíamos parte da equipe do Armin Kliewer na época e a cronometragem era por nossa conta. Imagine, não aparece na foto, mas tínhamos até computador (única equipe que tinha tal equipamento) para cronometrar os 10 melhores tempos. O cara sentado ai é o piloto Horst Thiessen, manejando os cronômetros e eu clocava as placas dos tempos naquele quadrado de alumínio que aparece ai. A caixa marrom que aparece ai continha as placas. Não aparece muito mas se olhar com atenção, eu estou sentado atras dele com uma camiseta amarela.
Naquela época a Atlantic investia forte na velocidade na terra.

Deivicris de Cristo disse...

Genial, Adolf! O pessoal que sempre viu e vê a VNT como um automobilismo amador não faz ideia do profissionalismo que todos os envolvidos encaram esta modalidade. Uma pena que ainda não existiu um promotor com visão suficiente pra investir e mostrar o quanto a terra é apaixonante. Eu ainda sonho com muitas coisas que poderiam acontecer neste aspecto. Eu sempre fiz o meu trabalho pensando em mostrar este esporte pro mundo, e não apenas pras nossas regiões, ou para o público já conhecedor dele. Eu tenho certeza que esta modalidade é comercial.
Abraços, Poeiras!

Marcelo Cancian disse...

Sensacional Adolf ...
E o Deivi tem toda razão
Abraços amigos

Adolf Schartner disse...

Se observar bem, ali no lado esquerdo da foto tem uma torre parecida que a equipe do Zé Bornemann copiou de nós.
A nossa era toda feita com tubos galvanizados e fácil de desmontar e montar. e a tolda era com as cores parecidas com o carro do Armin, que na época era patrocinado pela "INDÚSTRIA TREVO".

Fabiani C Gargioni #27 disse...

São estas histórias que tornam a VNT tão apaixonante e concordo com todas as tuas palavras Deivi !!!