sexta-feira, 31 de agosto de 2018

Imagem do Dia

Autódromo Internacional de Curitiba, 1990.
Helmuth Schroeder (Opala 21), Armin Kliewer (Opala 11) e Oílson Carvalho (Opala 10).

Foto: Acervo Alex "Xerife" Fernandes

3 comentários:

Adolf Schartner disse...

Sem dúvida esses três foram, e o Armin ainda é, da nata do automobilismo paranaense.
Essa vi ao vivo. Foi desde então que passei a não gostar do AIC. Como nós estávamos acostumados a acampar nos autódromos de pista de terra, a maioria das vezes já desde a sexta feira do final de semana de corrida, eu e uns amigos, fizemos o mesmo. Mas depois que tínhamos montado o acampamento veio um cara da administração, junto com 5 PMs, dizendo que não era permitido acampamentos no autódromo e que deveríamos desmontar tudo e sair. Depois de muita discussão e inclusive a intervenção de alguns pilotos amigos, nos deixaram ficar. mas disseram que era só essa vez. Essa é uma das razões de hoje em dia não ter público algum em dias de corrida de campeonatos regionais.

Marcelo Cancian disse...

Os opalas no asfalto, com esses spoylers,ficavam lindos,uma visão agressiva....
Linda imagem
Três dinossauros do automobilismo
Abração,Francis

Fabiani C Gargioni #27 disse...

Lindos os Opalas com o visual da "antiga" Stock, lembro qdo os MONTROS da TERRA foram se aventurar no asfalto !!!