quarta-feira, 3 de junho de 2020

Imagem do Dia (I)

Autódromo "André De Geus", Ponta Grossa, 1994.
Luiz Carlos Dalla Bona com seu Opala 55.

Foto: Acervo Alex "Xerife" Fernandes

7 comentários:

Adolf Schartner disse...

Dalla Bona, piloto bom. Sempre fazia belas apresentações.

Francis Henrique Trennepohl disse...

Verdade, e um grande entusiasta

Angelo PontaRacing disse...

Achava lindo qdo começou a aparecer esses adesivos espelhados nos carros de corrida.

No Alto Giro disse...

E esse Opala teve uma história grande. Correu por pelo menos uns 10 anos ou mais, pois salvo engano, o Marco "Marcão" Antônio Andrade correu com ele, disputando o Paranaense e Catarinense, mas com certeza a história não acabou aí, porque acho que esse Opala é o que foi do Chemin até 2008. Os Opalas são guerreios e só acabam se der PT mesmo, ahahahahaha. Aliás, há quem diga que não precisa ser Deus pra ressucitar um Opala falecido, kkkkkkkk.
Abraços, Poeiras!

Francis Henrique Trennepohl disse...

Foi do Franzói também, certo?

Marcelo Cancian disse...

Opala não tem fim....

No Alto Giro disse...

Verdade mesmo, Francis, pode ser. Se sim, foi e voltou pro Dalla Bona, e foi aquele que teve a pintura mais linda de todos os Opalas até hoje, na minha opinião, que tanto rola aqui no blog. Mas como eu disse, esses Opalas não tem fim. Não me surpreenderia se tivesse "vivo" até hoje, ahahahahaha. Vou ver se averiguo melhor essas infos, ehehehehe.